A vivência do Tríduo Pascal em nossas famílias

por Pe. Titus Kieninger

No Tríduo Pascal temos uma rica oportunidade de crescer em nossa fé através da Liturgia. A Liturgia é Cristo vivendo e renovando nossa vida na Igreja. Por isso, colocamos alguns gestos concretos para participarmos e darmos continuidade em nossa fé dentro de nossa casa. Somos convidados para em casa acompanhar os passos de Nosso Senhor Jesus:

Domingo de Ramos:

1. Levar os Ramos para a Igreja e depois trazê-los para casa e colocar atrás de cada Cruz, como “palmas de vitória” e também como um sinal permanente em casa, tornam-se um sacramental (este ramo deverá ser queimado, no ano seguinte na Quarta Feira de Cinzas).

2. Procurar o sacramento da Reconciliação e Penitência.

3. Cobrir as cruzes e imagens de santos com panos roxos.

Quinta Feira Santa:

Missa do Crisma e da Última Ceia, o Lava-pés.

1. 2ª a 4ª f.: tempo de fazer a limpeza de casa, preparar o cardápio para domingo de páscoa, enfeitar os ovos (ovos = símbolo da vida) fazer biscoitos com símbolos da Páscoa (cordeiros =Cristo, girassol, coelhos, sinos, velas).

2. Preparar o arbusto enfeitado com flores e cascas de ovos enfeitadas ou pintadas.

3. Para a ceia de Quinta Feira Santa, especialmente comer pão e ervas segundo o texto bíblico, uma
carne assada(cf. Ex 12,15-20) seria interessante alguém lembrar alguns personagens da História
da Salvação.

4. Preparar a ceia onde Cristo é o centro através de uma imagem ou quadro.

Sexta Feira Santa:

1. Dia de jejum, ou seja, uma refeição no dia.

2. Participar com piedade da encenação da Via Sacra. Sentir o silêncio dos sinos. Também em casa guardar um clima de silêncio e oração. Não ligar a TV, computador, rádio…

3. Liturgia às 15h: participar da Veneração da Cruz e Comunhão. Este é o único dia que não temos Consagração do Santíssimo.

4. Veneração da Cruz, solenemente a Cruz é desvelada.

Sepultamento do Senhor

1. Ter presente que após as 15h acontecia o Sepultamento do Senhor, colocar-se presente em oração neste momento, guardar com rigor o silêncio (fazer adoração).

2. Meditar o encontro o “encontro da Mãe com o Filho.

Procissão do Senhor Morto
1. Participar em jejum e oração.
2. Visitar os túmulos e rezar pelas almas.
3. Dar continuidade ao silêncio e oração, viver o silêncio

Sábado Santo:

1. Até o momento da Vigília Pascal, guardar o silêncio, pois o Senhor desce a à mansão dos mortos.

2. Vigília Pascal: preparar garrafa para trazer da Igreja água benta com o Círio Pascal.

3. Levar para casa “Água benta da Páscoa” e a “Luz” (ou depois levar aos túmulos dos cemitérios);

4. Preparar uma vela para ser abençoada e levar para as orações em casa.

5. Bênção da comida que na quaresma se renunciou. Podem organizar, em paróquias menores, que tragam pratos que serão abençoados e levados para casa para uma ceia bonita e abençoada.

Domingo de Páscoa:

1. Bênção dos ovos de páscoa.

2. Preparar uma ceia farta e alegre com flores, bela toalha, tudo o que lembre a vida e a alegria que Cristo nos deu. O Pai de Família pode pedir a bênção para a família.

3. Deixar crianças buscar um ninho escondido “com ovos de páscoa” e chocolate.

4. Onde tem crianças imprimir desenhos para pintar dos símbolos da Páscoa e ir explicando os símbolos.