Um dia especial, é todos os dias para você querida mamãe

Todo dia é dia das mães por ser quem ela é e por fazer o que ela faz. Nela os poetas se inspiram para elaborar maravilhosos e comoventes poemas. Os literatos usam sua imagem para publicar crônicas e páginas inéditas.

A realidade nem sempre confere. Nem todas respiram o ar sereno e carinhoso de um coração materno. Nem todas comungam sentimentos que sejam expressão da ternura e dos gestos maternos. Nem todas partilham os sentimentos que se elaboram na mente materna.

É assim que o mundo caminha. E quando se falar em mãe é bom lembrar que a mãe terra, a mãe natureza, a mãe humana e a mãe divina são expressões generosas da maternidade. Todas merecem respeito e veneração. Merecem o carinho e a afeição. Pois são geradoras de vida e de sabedoria. Mesmo que nem todos reconheçam e valorizem, essas mães são a razão da alegria estampada no semblante de uma criança, no rosto esperançoso de um ancião, na beleza de uma flor, no colorido de uma floresta e na grandiosidade de um oceano.

É importante salientar que essa palavra “mãe” não pode servir apenas para poemas ou redações escolares. Precisa ser assumida e amada como geradora de vida. E nessa geração de vida haverá tambem geração de sentimentos, de talentos e de projetos. Haverá ainda a elaboração de valores que despertam e decidem os caminhos a serem seguidos.

Penso na mãe gestante, na mãe consciente de sua gravidez que dedica tempo para contemplar o ser indefeso e indefinido que está sendo gerado. Penso nessa mãe que acaricia o novo ser, sussurra palavras de carinho, gestos de ternura sugerindo possibilidades, esperanças e garantias de empenho total pela sua felicidade.

Algumas mães terão a tentação de guardar só para si esse novo ser. Diante da violência da sociedade, diante da frieza e falta de bons sentimentos desejariam que esse novo ser permanecesse definitivamente em seu útero. Estaria seguro e protegido.

Mas o filho precisa nascer. Precisa enfrentar os desafios do mundo. Precisa ser forte e corajoso. Precisa ser vencedor. Precisa garantir e construir uma nova história, uma nova personalidade e uma nova conquista.

Mas nem todas as mães estão preparadas para isso. Surgem dúvidas, conflitos internos e atritos entre personalidades e entre modos de pensar. O hoje não está sendo como o ontem. E o amanhã continuará sendo uma interrogação. Os desafios se sucedem. E a mãe precisa de muita sabedoria e de muita coragem.

Não poderá impedir decisões. Não poderá impor tradições. Não poderá exigir crenças. Poderá apenas colaborar em alguma reflexão e encaminhamento de projetos na vida do filho que começa querer realizar algo muito pessoal.

Será necessário ouvir mais do que falar, debater mais do que determinar, respeitar mais do que decidir. Será necessário amar e torcer para que o filho seja vencedor e feliz. E isso a mãe conseguirá quando dispuser de tempo para entrar na intimidade de Deus que é Pai e Mãe.

Frei Venildo Trevizan

Anúncios

Salve Maria! O Blog Centro da Família Coração de Jesus agradece o seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: