Reflexão Dominical – Identidade

Homem e mulher são possuidores de dons que os distingue um do outro e os aproxima onde existir algo que lhes confira possibilidades reais de realizarem seus projetos e seus sonhos pessoais. Mas cada um continuará único e irrepetível. Cada um com sua identidade e com seus objetivos, cada um com seus anseios e suas esperanças.

 

Poderá parecer difícil separar um do outro, mas a identidade de um jamais poderá ser confundida com a de outro. E nesse mundo de originalidades é maravilhoso poder penetrar na historia de quem quer que seja e conseguir desvendar os segredos de uma vida.

Vida com suas dificuldades, mas tambem com suas esperanças está em toda parte, em todos os ambientes, em todas as culturas e em todas as crenças. Todos querem viver e viver bem. Todos anseiam em construir a própria historia para perpetuar seu nome por algo realizado e deixar como herança uma vida honrada.

Para que isso aconteça cada qual fará o esforço que for necessário para que todos reconheçam e respeitem sua pessoa e suas realizações.. A dificuldade se encontra justamente nessas circunstancias de provar ao mundo que tudo o que fala e tudo o que faz tem um endereço e uma direção, tem um objetivo e uma razão.

Não basta ter registro de nascimento, título de eleitor, comprovante de endereço e outros documentos. Não é suficiente ter moradia própria, emprego bem remunerado. Isso é importante, mas não suficiente. Sabemos da tristeza e da angustia de tantos seres humanos que não possuem esses dados básicos. Moram na rua. Não possuem endereço. Não possuem identidade..Não possuem ideal. Talvez possuam sonhos.

A verdadeira identidade se descobre naquilo que a pessoa é e não naquilo que possui. A identidade não é herança. A identidade é uma construção, é uma tarefa constante no sacrifício e na luta para garantir uma vida saudável, digna e honrada.

Triste será a vida de quem ainda não definiu seu caminho e o modo de conduzir sua historia. Triste será a vida de quem tenha que depender de outros. Triste será a vida de quem lhe faltar criatividade, coragem e audácia. Triste será a vida de quem não possuir decisão própria, nem rumo a seguir e nem empreendimentos a realizar.

Por outro lado, felizes serão as pessoas que, mesmo no sacrifício, conquistam um lugar e uma maneira pessoal de lidar com as dificuldades da vida, conseguem conviver com os desafios, conseguem determinar metas, traçar planos e construir a própria historia. São pessoas determinadas e corajosas.

Essas são pessoas que celebram com orgulho a própria identidade. São pessoas que se sentem honradas pela situação em que se encontram e pelos projetos que se avolumam em suas mentes. São pessoas conscientes de serem humanas de origem divina.

Essas são pessoas sabedoras de que seu modo de ser e de viver será cada dia mais pleno na medida em que se deixarem iluminar e conduzir pela graça de Deus. Buscar Deus não será diminuir, mas plenificar a própria identidade.

Frei Venildo Trevizan.

Anúncios

Salve Maria! O Blog Centro da Família Coração de Jesus agradece o seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: