Chamados à Vida!

 

A vida é o dom mais precioso de todos os dons. E todos os seres são chamados à vida. Esse chamado é a porta de entrada para um viver saudável e produtivo. E é preciso atender às necessidades básicas desse viver para poder usufruir dos valores e das riquezas que a própria natureza proporciona.

Os valores e as riquezas são incalculáveis. Pois são frutos da generosidade de Deus. E Deus ama e favorece seus filhos e filhas para que tenham em abundancia os bens necessários para sua realização plena. Ninguém precisa temer ou duvidar da generosidade de Deus.

O próprio Mestre dos mestres diz: “Não tenha medo pequeno rebanho, pois foi do agrado de Deus Pai dar a vocês o reino” (Lc. 12,32) Revela o quanto interessa ver os seres humanos pertencendo e colaborando na mesma família, vivendo em harmonia uns com os outros, colaborando mutuamente, perdoando quando for necessário e enriquecendo uns aos outros com o mesmo amor com que Deus ama.

Conviver em harmonia e comungar alegrias sempre foi anseio de todos. Pois ninguém gostaria ser isolado ou desprezado. Todos anseiam ver-se estimados e valorizados. Todos gostariam ser úteis e reconhecidos em suas atividades. Pois no coração humano sempre há espaço para o amor. É esse amor que abre caminhos para o encontro e a acolhida, para o carinho e para a afeição, para a misericórdia e para o perdão.

Mas isso tem seu preço. Exige vigilância sobre si, prudência no falar e equilíbrio no agir. Tem que fugir do apego egoísta dos bens. Tem que livrar o coração do comodismo. Tem que abrir as mãos para a generosidade.

O próprio Mestre é quem adverte: “Vendam seus bens e dêem esmolas, façam bolsas que não se estraguem, um tesouro no céu que não se acabe; ali o ladrão não chega e nem a traça corrói. Porque, onde está o seu tesouro, ai estará também o seu coração”(Lc.13,33-34)

O Mestre insiste em esclarecer que cada qual é construtor da própria vida recebida como dom e presente de Deus. Mas agora depende de cada um a direção a seguir e o objetivo a alcançar. A vida é um tesouro que precisa ser bem guardado e bem seguro. Não pode ficar exposto em qualquer ambiente. Precisa ser vigiado, pois são muitos os ladrões que estão na espreita para se apossar de nossa felicidade e de nossa alegria.

Por toda a parte existem as traças querendo corroer a paz de nosso coração. Será necessária muita prudência para não cair na ilusão do prazer traiçoeiro e enganoso para os aventureiros da felicidade.

É preciso ter a coragem dos mártires para enfrentar esses desafios. É preciso ter a audácia dos heróis para apostar a própria vida em defesa dos valores morais e espirituais. É preciso ter a humildade dos santos para trabalhar no silencio da noite e remover os obstáculos que dificultam a fé e o amor ao próximo.

É preciso implantar a solidariedade e a misericórdia. É preciso não ter medo do desprezo e da perseguição. É preciso não duvidar jamais da proteção de Deus. É preciso acreditar que a paz é possível e a vitória é certa.

Frei Venildo Trevizan

Anúncios

Salve Maria! O Blog Centro da Família Coração de Jesus agradece o seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: